sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Anavilhanas Jungle Lodge

Este pequeno e exclusivo lodge na selva, em frente ao Parque Nacional de Anavilhanas, às margens do Rio Negro, oferece deck, piscina e bangalôs sofisticados de decoração regional que garantem uma aventura inesquecível.

  • descrição
  • fotos
  • informações adicionais
  • consulte
  • indique

Anavilhanas Jungle Lodge

Hotel de pequeno porte que busca aliar conforto e contato com a natureza de forma harmônica e sutil. Não se vê no Lodge construções grandiosas, vastas áreas descampadas, réplicas de animais em fibra de vidro ou flores de plástico nas mesas. O charme começa por aí, estamos na Amazônia e exaltamos a beleza da região, utilizando com bom gosto aquilo que a natureza e a cultura da terra têm para nos dar.

Equipe bem preparada para receber o hóspede com o máximo de atenção, segurança e cuidados. Assim que chega, além do coquetel de boas vindas, o visitante é introduzido ao lodge, recebendo sua programação de atividades para os próximos dias. Tudo isso dentro da maior cobertura florestal do planeta, em frente ao maior arquipélago fluvial do mundo e cercados de atividades inesquecíveis que se dão nos rios e na floresta amazônica.

 

Estrutura

O Lodge possui 16 Bangalôs Standard Superiores (27m2), que são equipadas com Ar-Condicionado Split, ducha quente e fria, cofre,frigobar, secador de cabelo, varanda privativa com rede e vista para Mata, e Cama Box (casal ou individual).

 

Também possuí Bangalôs Luxo (38 m2) com vista privilegiada, imerso na mata como em nenhum outro hotel. Eles são equipados com TV LCD 32", programação Sky HDTV, mesa de trabalho, ventilador de teto, Ar-Condicionado Split, ducha quente e fria, cofre, frigobar, secador de cabelo, varanda privativa e cama box king size.


A arquitetura segue o que há de mais regional; muita palha,madeira e estruturas suspensas tipo palafitas, mas dentro do quarto o hóspede irá dormir com tranqüilidade e muito conforto. Em todo Hotel, o rústico é ressaltado com traços modernos que enfatizam a beleza dos materiais naturais e o papel que desempenham na sua estrutura. E é lindo ver como a natureza é generosa quando trabalhada por mãos sábias e habilidosas.

Nosso restaurante se esconde entre as árvores, mas por entre elas é possível enxergar o rio de águas negras que de tão escuro foi chamado de Rio Negro. No cardápio, mesclamos clássicos da cozinha local com pratos tipicamente internacionais, ambos preparados com carinho e levados à mesa com muito cuidado e uma apresentação impecável.


O deck e a piscina ficam debruçados sobre o rio e se protegem entre as árvores que propiciam sombra, tranqüilidade e um perfeito espaço para contemplação. Na Recepção e Bar, uma bela coleção de livros, confortáveis cadeiras e mesas de jogos convidam o hóspede a relaxar e aproveitar seu tempo em boa companhia. Há ainda um pequeno flutuante que permite ao hóspede tomar um banho de rio, ou simplesmente contemplar a imensa tranqüilidade das águas.


Segurança e Infra-Estrutura

Para segurança dos clientes durante os passeios, o hotel dispõe de rádios de comunicação de longo alcance, exigisse o uso de coletes salva vidas durante as travessias em canoas e orientam a todos quanto aos cuidados necessários durante a visitação. 

O Hotel está banhado por rios de água preta, cuja acidez de sua água inibe em grande parte a proliferação de mosquitos. Além do conforto de não ser constantemente picado pelos mosquitos, essa característica inibe a ocorrência de casos de malária e febre amarela.

A água que abastece o Hotel é proveniente de poço artesiano próprio e sai potável na fonte. 

Caso haja falta de energia, o hotel possuí gerador de energia e dispõe de luzes de emergência em todas nossas acomodações. Todos nossos ambientes estão equipados com extintores de incêndio e pessoal treinado para o combate do fogo.


Anavilhanas

Maior arquipélago fluvial do mundo, a Estação Ecológica de Anavilhanas é formada por cerca de 400 ilhas que se estendem por mais de 90 km de mata intocada. É um verdadeiro labirinto verde formando centenas de lagos, rios, igapós e igarapés que abrigam uma riquíssima fauna e flora. Situado no rio Negro, o conjunto de ilhas é um paraíso para biólogos, ecologistas e turistas. O arquipélago é diretamente afetado pelo ciclo das águas e sua paisagem muda bastante com o nível do rio. 

Na época de estiagem, que normalmente se estende entre Setembro e Dezembro, surgem praias de areia fina nas margens das ilhas e alguns bancos de areia despontam no meio das águas negras. Na época das cheias, vastas áreas de floresta ficam inundadas, proporcionando uma oportunidade inesquecível de adentrar na floresta com canoas. 

No ápice das cheias, ilhas inteiras ficam submersas, dando aceso a lagos isolados na época de seca.


Como chegar

O Anavilhanas Jungle Lodge está localizado cerca de 110 km a noroeste de Manaus, no município de Novo Airão, na margem direita do Rio Negro. O Hotel esta em frente ao maior arquipélago fluvial do mundo, banhado pelas águas do Rio Negro e cortado pelos igarapés do Pato e do Monteiro. Na região considerada como o berço da águas da bacia do amazonas, o Anavilhanas Jungle Lodge surge como um porto seguro. 

O acesso ao Hotel é feito por terra. De Manaus o turista segue em uma van confortável por uma estrada pouco movimentada que corta 180 km de selva. O traslado leva em média 3:00 hs e é feito pelo próprio Hotel.

Coordenadas Geográficas para GPS: S2 38.276 W60 55.424

Meios de comunicação:
A única operadora de telefonia celular que opera na região é a VIVO.
O Lodge oferece internet wireless via satélite na recepção, mas o acesso é bastante limitado, podendo variar conforme disponibilidade do serviço.

Vacinas:
Recomenda-se que todos as pessoas que viajam para a região Norte do Brasil tomem vacina contra febre-amarela. Dentro do país, ela pode ser tomada em hospitais da rede pública ou nos aeroportos - recomenda-se que a aplicação da vacina seja feita 10 dias antes da chegada à região.

Melhor época: 
Na floresta amazônica o clima é muito quente e úmido durante todo o ano, com temperatura média entre 25º C e 27º C e máxima de 40º C.

Dezembro à Maio, as chuvas são intensas. A cheia do rio Negro tem seu ponto máximo em meados de Junho. Apesar da frequência de chuva ser maior, dias ensolarados e quentes são comuns durante essa época.

Seca se dá entre Junho e Novembro. A maior vazante do Rio Negro acontece no mês de Novembro, quando se formam praias de areia branca ao longo do arquipélago. Nessa época chove menos e o calor é bastante intenso, mas é sempre bom estar preparado para enfrentar uma chuva torrencial pelo caminho.

Todas as épocas são ótimas para a visitação, cabe ao viajante escolher se prefere curtir as imensas florestas inundadas ou as incríveis praias de rio.

Recomendações:
Beber água mineral, trazer roupas leves e confortáveis, calçados para caminhadas, óculos de sol, chapéu/boné, capa de chuva, lanterna, binóculo, protetor solar e repelente. Além dos medicamentos que costuma usar regularmente ou em caso de acidente. Traga dinheiro para o pagamento de despesas extras e possíveis compras de artesanatos.