sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Norte e Sul da Índia

11 noites, visitando Delhi, Agra, Jaipur, Cochin, Kumarakom e Mumbai.

  • inclui
  • roteiro
  • hotéis previstos
  • informações adicionais
  • consulte
  • indique

2 noites em Delhi com café da manhã;
• 1 noite em Agra com café da manhã;
• 2 noites em Jaipur com café da manhã;
• 2 noites em Cochin com café da manhã;
• 2 noites em Kumarakom com café da manhã;
• 2 noites em Mumbai com café da manhã;
• passagem aérea Jaipur/Cochin e Cochin/Mumbai em classe econômica;
• traslados em veículo com ar condicionado;
• passeios e visitas de acordo com o itinerário, com guia certificado falando em espanhol (exceto no Sul da Índia);
• entradas aos lugares e monumentos mencionados no itinerário;
• plano de assistência viagem. 

1º Dia - Delhi
Chegada ao Aeroporto Internacional de Nova Déli. Depois de passar pela imigração e retirar suas bagagens, um representante
irá encontrá-lo e leva-lo até o hotel.
Delhi, ou Nova Déli, é a capital da Índia e uma porta de entrada importante para o país. É uma metrópole, que combina com
sucesso o antigo com o moderno. Em meio à arranha-céus você encontra os restos de um tempo passado, na forma de monumentos,
lembranças silenciosas do antigo legado da região.

2º Dia - Delhi

Após o café da manhã, seu guia irá encontra-lo na recepção do Hotel. No primeiro momento, ele lhe ensinará palavras e
frases chaves, que ajudarão você a se comunicar com os habitantes locais durante o passeio. Neste primeiro dia você irá
explorar Delhi, em toda a sua majestade.
Para começar, uma visita a fascinante Velha Déli, uma experiência única na antiga cidade murada. O imperador Shah Jehan possuia um talento requintado, principalmente no que diz respeito à arquitetura, criou a sétima cidade e no processo trouxe o glorioso renascimento de Nova Déli. Faremos um passeio de riquexó (bicicleta) pela Velha Déli, visitaremos o Forte Vermelho, o mais opulento do Império Mogol. O forte é o símbolo do império de Shah Jehan, poder e elegância, construído atrás de paredes de arenito vermelho. Seu portão principal (Lahore Gate) fica próximo a vários bazares lotados, ótimo para compras. Também visitaremos o Raj Ghat, o memorial de Mahatma Gandhi, Jama Masjid, a maior mesquita da Índia; e Chandni Chowk, o movimentado e colorido mercado da cidade velha. Chandni Chowk foi o centro comercial de Delhi no tempo antigo e ganha vida toda manhã, quando as negociações começam. Um pouco mais a frente e você verá o contraste entre a Velha Déli e a Nova Déli,  que foi projetada e construída pelos ingleses anos 20. Uma cidade de amplas avenidas, edifícios impressionantes, parques verdes e jardins.
Em 1911, o rei George V anunciou a transferência da capital de Calcutá para Deli. Arquitetos do rei, Lutyens e Baker,
puseram em marcha o projeto e construção de oito cidades de Delhi - Nova Deli. Lutyens projetou uma "Cidade Imperial",
clima palaciano, com edifícios de grande porte, em meio a amplas avenidas arborizadas - jardins de estilo Mogol, com fontes
e piscinas rasas. Demorou 20 anos para cumprimento desta tarefa imensa. Você vai visitar dois monumentos do passado de Delhi - a Tumba de Humayun e Qutub Minar. Sua viagem o levará ao longo da avenida cerimonial, Rajpath, passando pela imponente Porta da Índia, Casa do Parlamento e da residência Presidencial.

3º Dia - Delhi - Agra

Agra era a capital da Índia nos tempos do Império Mogol, nos séculos 16 e 17. Nesta época houve um forte investimento, por parte do governo, em arquitetura e eles construíram fortes, túmulos e palácios em arenito vermelho e mármore incrustado com pedras semi-preciosas. Durante este período a cidade se tornou um dos principais centros de arte, ciência, comércio e cultura. A 'idade de ouro' de Agra chegou ao fim com o reinado de Shah Jehan, idealizador do Taj Mahal.
No período da tarde, visitaremos o impressionante Forte de Agra, fortaleza do Império Mongol. A maioria das estruturas dentro do forte Agra são uma mistura de diferentes estilos arquitetônicos.
Em seguida, check-in no Hotel.
Visitaremos o Taj Mahal ao pôr do sol. O Taj Mahal foi construído pelo imperador Shah Jehan, em memória de sua amada rainha.
Sua construção começou em 1631, e acreditasse que levou 18 anos para ser concluído, com mais de 20.000 artesãos trabalhando
o tempo todo. O projeto e a construção são obra do lendário arquiteto, Ustad Ahamad Lahori. O que torna o Taj Mahal tão especial são suas proporções perfeitas, a feminilidade distinta, sua ornamentação. Seu exterior é mármore rosa e tem tons de ouro ao
amanhecer e ao por do sol, enquanto durante o dia é branco deslumbrante.

4º Dia - Agra - Jaipur
Após café da manhã, o traslado partirá rumo a Jaipur [240 Km /6 Hrs].
No caminho uma parada em Fatehpur Sikri - uma cidade de arenito vermelho, deserta, que foi construída pelo Imperador Akbar como sua capital. A 'cidade' foi abandonada alguns anos depois de construída. Era uma cidade de conto de fadas, suas "ruínas" ainda estão em bom estado. Não é difícil imaginar como era a vida da corte nos seus dias de grandeza. Jaipur - a capital da província do Rajastão - é conhecida por suas artes e artesanatos, jóias, tecidos pintados à mão e esculturas em pedra. É um dos melhores exemplos do Norte da Índia, de uma cidade planejada incorporando o melhor de Rajput e da arquitetura Mogol.

5º Dia - Jaipur
Depois do café da manhã, visita ao Forte Amber.
Bem acima da cidade, as torres e cúpulas do Forte Amber são uma reminiscência de contos de fadas. O Palácio em si é está dentro do complexo do forte, enorme e repleto  de salões, jardins, pavilhões e templos. Apenas um palito de fósforo pode iluminar todo o Salão dos Espelhos. Para subir até o Forte, o meio de transporte mais usado são os elefantes, elegantemente vestidos com tecido indiano.
O passeio da tarde começa com uma visita ao museu do Palácio municipal, onde há forte mistura da cultura Rajasthani tradicional e Arte Mogol. O museu é resplandecente com uma coleção de roupas da realeza, tapetes, um arsenal de armas, pinturas em miniatura que representam cenas da corte, cenas de batalha e procissões. Outro ponto que merece uma visita é o Jantar Mantar, um  observatório construído em 1726. Também está incluída uma 'foto tour' ao Hawa Mahal, Palácio dos Ventos, espetacular fachada piramidal e janelas salientes com telas de treliça, cúpulas e pináculos. No final da tarde, um passeio pelos mercados coloridos de Jaipur.

6º Dia - Jaipur - Mumbai - Cochin
Após café da manhã no hotel, transfer assistido ao aeroporto doméstico para embarcar em seu vôo para Mumbai. Após a chegada em Mumbai, conexão do seu vôo para Cochin. Cochin (Kochi) está espalhada por ilhas, numa localização deslumbrante entre o Mar Arábico. A cidade foi fundada em 1341 quando uma inundação criou um porto natural seguro, que se tornou o porto principal de comércio de temperos da Costa do Malabar. Cochin estava na rota de comércio principal entre a Europa e a China. Os governantes convidaram pessoas de várias religiões a se estabelecer aqui, atraindo os judeus e os cristãos que construíram locais de culto e suas próprias comunidades.
Check in no seu hotel.

7º Dia - Cochin
Depois do café da manhã, fazer um tour completo da cidade visitando o Palácio Holandês, que tem alguns dos mais belos murais
da Índia, a sinagoga judaica no coração de judeu da Cidade e as redes de pesca chinesas. Veja Igreja de São Francisco, onde Vasco da Gama foi originalmente enterrado e a Igreja de Santa Cruz com o seu interior em tons pastel e painéis de madeira esculpidos. Além disso, visitar o Museu Hill Palace, que exibe memorabilia, pinturas e esculturas reais. À noite, visita a um teatro local para testemunhar a performance Kathakali. Kathakali, literalmente, significa "dança histórica" é o drama de dança de pantomima, a dança e a atuação sendo misturadas em uma forma inseparável. É uma combinação de expressões faciais e movimentos corporais, o que traz o pensamento e a emoção dos personagens.

8º Dia - Cochin - Alleppey - Kumarakom
Após o café-da-manhã, seguir a Alleppey [60 Km /01 Hr].
Também chamado de Alappuzha, Alleppey é uma cidade agradável cercada por plantações de côco. Com sua ampla rede de canais,
é um importante centro de cruzeiros e local para corridas de barcos espetaculares. A cidade é a sede da indústria de côco em Kerala e também importante para o processamento de castanha de caju. Mais tarde, traslado ao cais para embarcar no 'barco com nós' Kettuvallam - era assim chamado porque o barco inteiro foi realizada em conjunto com nós de côco apenas - nem sequer um prego foi usado durante a construção. O barco é feito de tábuas de madeira unidas com fibra de côco. Este é então revestido com uma resina cáustica preta feita a partir de amêndoas cozidas. Com a manutenção cuidadosa, uma kettuvallom pode durar por gerações. O seu barco irá navegar para Kumarakom sobre os canais através do Lago Vembanad, oferecendo vistas de outra forma inacessíveis da vida rural em Kerala ao longo do passeio. O almoço será servido a bordo do barco.
A aldeia turística de Kumarakom está situada na área cênica, na costa do agradável lago Vembanad, a 16 km de Kottayam. Aqui, uma plantação de borracha velha em torno do lago foi desenvolvida em um santuário de pássaros. Um caminho passa pelo pântano para a área principal do assentamento, enquanto a ilha no meio do lago pode ser alcançada por barco. Na chegada, check-in no seu resort. Restante do dia livre.

9º Dia - Kumarakom
Café da manhã no resort.
Dia de lazer para relaxamento total. Delicie-se e experimente o ambiente. Você pode optar por Ayurveda, massagens relaxantes,
terapias de rejuvenescimento oferecidas pelo seu resort ou aproveitar uma das excursões opcionais locais.

10º Dia - Kumarakom - Cochin - Mumbai
Após o café da manhã, transfer ao aeroporto de Cochin [80 Kms / 2 Hrs] para o voo domestico a Mumbai.
A história de Mumbai é de transformação, da sua base até os dias de hoje. Os britânicos construíram Mumbai pensando no  comércio, mas ao longo dos anos com a conquista dos Portugueses, a pesca ganhou as sete ilhas de Bombaim como dote de Charles II, da Inglaterra. Mumbai foi e ainda é o portão de entrada para a Índia. Hoje, Mumbai é a cidade da Índia com maior movimento comercial e financeiro. Após chegada ao aeroporto de Mumbai, seu representante os levará ao aeroporto local para transfer ao hotel.

11º Dia - Mumbai            
Após café da manhã, excursão para a ilha de Elefanta, que é uma hora de distância de Mumbai por lancha a motor. Os templos rupestres aqui foram escavados entre os séculos 5 e 8 são famosos por seus painéis magnificamente esculpidos. A mais conhecida é a que retrata o Maheshmurti - os três - a imagem da cabeça do Senhor Shiva, que representa o criador,  preservador e destruidor do universo, conforme a mitologia hindu. Os Portugueses deram o nome desta ilha depois de ver um elefante grande de pedra que foi encontrado logo na chegada. O elefante agora está no Museu Victoria e Albert, no continente.
Retorno ao hotel.
Mais tarde, em uma excursão de meio dia da cidade, visita ao Museu Príncipe de Gales, se dirigir a Marine Drive, famosa avenida de Mumbai à beira-mar, e ver o Kamla Nehru Park e os Jardins Suspensos nas encostas dos montes Malabar, oferecendo uma bela vista do mar e da praia Chowpatty. Visite o templo Jain, Mani Bhawan onde Mahatma Gandhi costumava ficar, e Ghat Dhobi. Além disso, conhecer a fonte Flora, o colorido mercado de Crawford e a estação ferroviária Victoria Terminus.
Retorno ao hotel.

12º Dia - Mumbai
Café da manhã no hotel.
Em horário combinado, traslado ao aeroporto para embarque de retorno ao Brasil.


Fim dos Serviços

hotéis previstos ou similares

categoria super luxo
Delhi:
The Oberoi
Agra: The Oberoi Amarvilas
Jaipur: The Oberoi Rajvilas
Cochin: Brunton Boatyard
Kumarakom: Coconut Lagoon
Mumbai: The Oberoi

categoria luxo
Delhi:
Taj Mahal
Agra: Taj Gateway
Jaipur: Jai Mahal Palace
Cochin: CroWn Plaza
Kumarakom: Zuri
Mumbai: Taj Mahal (Tower Ring)

categoria primeira
Delhi: ITC Welcome
Agra: ITC Mughal
Jaipur: ITC Rajputana
Cochin: Crown Plaza
Kumarakom: Zuri
Mumbai: Trident

Este pacote não inclui a passagem aérea: Brasil / Delhi e Mumbai/Brasil

Documentação e Vacinas:

é necessário visto para entrar na Índia, providenciado  diretamente pelo passageiro. Favor consultaro consulado, pois essas informações podem sofrer alterações sem prévio aviso.

consulte o consulado sobre a documentação necessária;

o passaporte deve ter pelo menos seis meses de validade;

é necessário o Certificado Internacional de Vacina contra febre amarela,devendo ser tomada no mínimo 10 dias antes da data de embarque.

 

Importante:

o check in e o check out devem ser feitos ao meio dia (12h00), excetonas propriedades Taj e Trident/Oberoi, onde o check in será às 14h00 e check ouàs 12h00;

o Red Fort permanece fechado às segundas-feiras;

Taj Mahal é fechado ao público às sextas-feiras. No entanto, com arestauração da Mehtab Bagh, um jardim Mughal do século XXVII, a beira do rioYamuna, você pode apreciar o monumento e a paisagem, encantadores;

passeio de elefante no Forte Amber, em Jaipur, está sujeito àdisponibilidade. Uma vez que o governo restringiu o número de passeios, asolicitação deve ser feita com antecedência. Outra opção é o passeio de Jeep,para subir ao Forte Amber;

o itinerário e / ou hotéis podem ser modificados por outro de qualidadesimilar, se necessário;

peso máximo permitido da bagagem: 15 kg.

 

Fuso horário:

Índia: + 8h30 em relação ao horário de Brasília.

 

Melhor época:

O período das monções começa em Junho e vai até Setembro. Evite o paísnesta época, já que algumas regiões oferecem um calor insuportável. Se puderescolher, vá entre Outubro e Fevereiro, quando as temperaturas ficam maisamenas.

 

Como chegar:

saindo direto do Brasil, utilize as Cias. Aéreas Emirates Airways viaDubai e a Qatar Airways via Doha. São aproximadamente 14 horas de vôo até Dubaiou Doha + 3 horas até Delhi( Índia).

 

Sita.

outras ofertas em roteiros pela índia